O nosso Blog sobre tecnologia.

Na noite do último dia 05/10 recebemos a notícia de que Steven Paul Jobs tinha perdido sua luta contra o câncer. A informação veio através da página da Apple e durante o outro dia homenagens foram feitas a ele por todo o mundo, o mundo ficou em luto em respeito ao homem que criou a grande parte da tecnologia que conhecemos e que mudaram nossas vidas.

Imagem editada pelo leitor Danilo, de Recife.

Durante estes últimos dias vocês viram todas informações a respeito de Jobs, esse Post foi feito não para informar, e sim para prestar nossas sinceras homenagens a este visionário, ficamos muito triste, e como o tempo é algo que estamos tentando vencer, não conseguimos postar nada antes então, em reunião com os colaboradores, resolvemos homenagear em vez de informar.

Steve Jobs foi uma pessoa que será estudada nos livros de história muito em breve pelo seu empenha, lição de vida, e modo de pensar e enxergar as coisas. Num futuro próximo espero ouvir a palavra Jobismo para indicar um novo modo de produção (assim como o Fordismo, Toyotismo, Volvismo e outros).

A história desse grande homem é triste e maravilhosa ao mesmo tempo: triste pela rejeição quando criança, o abandono da universidade pela falta de condições dos pais para pagar o curso que gostaria, pela expulsão da empresa que criou e pela  luta contra o câncer que enfrentava desde 2004. A parte maravilhosa vem por ele ter usado as coisas ruins a seu favor, por exemplo, se não tivesse abandonado a universidade nunca teria feito o curso de caligrafia que lhe garantiu o perfeccionismo, se não tivesse sido expulso não teria feita uma grande carreira na Pixar (talvez não teríamos conhecidos filmes com animação computacional como Toy Story, Procurando Nemo, Mostros SA, A Era do Gelo e outros), fundasse a NeXT e voltasse com toda força para a Apple. Enfim, a história dele você confere em um emocionante vídeo feito na formatura da Universidade de Stanford na Califórnia em 2005.

Abaixo tem ainda um vídeo utilizando da narração de Jobs para a campanha de Marketing “Think Diferent” (Pense Diferente) assim que Jobs voltou o comando da empresa. A campanha utilizava imagens de pessoas que revolucionaram o mundo certa forma (como Gandhi e Albert Einstein e outros) e que se encaixa perfeitamente na figura de Jobs, confira:

Steve Jobs foi alguém que me ensinou a ver a vida de um jeito diferente, como por exemplo pensar que podemos morrer a qualquer momento e fazer de tudo para que o nosso dia seja como se fosse o último, fazermos as coisas que gostamos para as pessoas que amamos, sem medo de errar porque se acontecer algo de errado, que seja, essa é a nossa única chance de viver (não sabemos se teremos outras) e não devemos deixar nada para depois porque o depois pode não chegar, viver pensando na morte nos fortalece e essa é a maravilha da vida porque ninguém quer chegar lá, mas é para ela que vivemos. Steven Paul Jobs foi um mestre para mim e para todos aqui do Blog, perdê-lo foi como perder um familiar, alguém que você ama e faço das minhas palavras, as palavras do Marcus e do (de-como ele prefere pelo sotaque) Afonso. Para finalizar digo ainda mais, digo que o mundo, em breve será dividido em duas era, antes e depois de Steve Jobs, as mudanças trazidas por este herói foram gigantescas. Obrigado Steve, devemos muito a você!

“Before jobs o mundo era nulo…During Jobs era magnífico…After jobs está sendo triste e doloroso para mim” – Marcus Sanitá .

Links com informações e notícias dadas por diversos órgãos da imprensa sobre Steve Jobs:

Macrumors – Steve Jobs Has Passed Away – em ingles.

Blog do iPhone – Morre Steve Jobs, aos 56 anos de vida.

Blog do iPhone – O homem que nos ensinou a pensar diferente.

Blog do iPhone – Biografia de Steve Jobs será lançada antes do previsto, no fim deste mês. – mostra que a morte de Jobs já era esperada.

Blog do iPhone – Steve Jobs pode virar nome de rua em Jundiaí.

Blog do iPhone – Foi pensando em seus filhos que Steve Jobs autorizou a realização de sua biografia.

Jornal Hoje – Steve Jobs morre aos 56 anos vítima de câncer.

G1 – Confira frases marcantes de Steve Jobs, fundador da Apple.

 G1- Sede da Apple na Califórnia hasteia bandeiras a meio mastro.

G1 – Pai biológico de Steve Jobs diz ‘não ter nada a dizer’ sobre morte do filho.

G1 – Ex-funcionário mostra fotos inéditas de Jobs brincando com programa. (Photo Booth)

G1 – Veja nota oficial divulgada pela Apple sobre a morte de Steve Jobs.

G1 – Morre Steve Jobs, fundador da Apple.

G1 – Relembre a trajetória de Steve Jobs, fundador da Apple.

Peguei alguns que achei mais interessantes e se caso saiba de algum nos avise (gostaria de colocar alguns diferentes de diferentes partes da imprensa-mande 0 link nos comentários).

Vale lembrar que esse Post ainda está em construção e você pode deixar sua homenagem para Steve Jobs aqui também, basta escrever uma frase nos comentários que a publicaremos neste ou em outra postagem dependendo do volume).

 

 

 

Resolvi fazer algumas imagens para que os leitores do Blog possam colocar como plano de fundo na tela inicial de seus aparelhos. Por ser uma preferência nossa aqui no Blog, resolvi criar Wallpapers em que os ícones dos Apps fiquem bem organizados, sobre uma tábua ou borda, por exemplo.

São 6 imagens exclusivas que você confere logo abaixo:

Espero que tenham gostado, e logo colocarei outras para que deixe seu iGadget mais bonito do que já é naturalmente 😉

É comum ver em filmes americanos pessoas entrando em cabines e depositando algumas moedinhas para tirar fotos em sequências e logo após pega uma tirinha com as fotos reveladas. Quando criança sempre achei aquilo bem interessante pelo motivo que as pessoas sempre faziam caras e bocas, parecendo ser bem divertido, mas nunca esbarrei com uma cabine dessa aqui no Brasil.

O Photo Booth, software da Apple disponível para Mac OS e iPad 2, foi inspirado realmente nas cabines que também são chamadas de PhotoBooth e trouxe esta ferramenta para seus usuários. Mas, isso não quer dizer que os usuário do iPhone e iPod fiquem fora dessa. O App PopBooth nós proporciona está função de forma bem fiel.


Sua forma de utilização é bastante simples, bastando apenas clicar no ícone da câmera. Vale ressaltar que ele a câmera frontal para captura das fotos.  Após a captura das fotos, é possível aplicar alguns filtros bastante diferentes e legais.

Clique aqui para conferir uma sequência de fotos que fiz com o Popbooth.

Disponível para: iPhone 4, iPod touch (4º Geração), e iPad 2.

Requisito: iOS 4.0 ou superior.

Tamnho: 7,9MB

Valor: FREE

Clique aqui para baixar

Por @afonso_amorim

Diante de tal sucesso da nossa Comunidade FaceTime do Blog, decidimos criar uma nova sessão para que possamos compartilhar  informações sobre os jogos (Apps) que possuímos. O Game Center faz registros dos jogos que possuem suporte a ele, como por exemplo a sua colocação em relação a pessoas ao redor de todo o mundo e entre seus amigos que possuem aquele mesmo jogo.

Dentre as principais funções do Game Center, podemos destacar: A possibilidade de ver qual o último App que foi jogado por seus amigos, os jogos que eles possuem (sendo separado uma aba entre os que vocês possuem em comum e o restante), jogar no modo Multiplayer com seus amigos, dentre outros.

Para se cadastrar no Game Center, basta clicar no ícone do App e realizar o login com o seu Apple ID. Uma vez logado você estará sempre conectado, a menos que desejar sair.

Quem desejar participar da comunidade ou tiver alguma dúvida basta deixar nos comentários a sua pergunta, email ou apelido que utiliza no Game Center.

MEMBROS:

Luís Ari – ADM: luisari

Afonso – COLABORADOR: ahafonso

Raquel – LEITORA: Raquelbsantiago

Por @afonso_amori

Sabemos que a Google vire e mexe copia coisas da Apple que deram certo, como seu sistema operacional para Smartphones (mas convenhamos que a iOS 5 trouxe algumas características do Android). Enfim, hoje venho lhes mostrar outra cópia do Google que na minha opinião se parece muito com algo criado pela Apple, a Google Web Store. Achei a disposição dos aplicativos muito parecida com a do iTunes, sei que pode parecer até meio bobo, mas que na minha opinião parece eu não nego.

As imagens estão logo abaixo para que possam comparar.

Confira você mesmo no link.

 

Por @luisarilima

A Apple ingressou no mercado dos console  no ano de 1995, com o lançamento do Pippin no Japão e em 1996 nos Estados Unidos. Poucas pessoas sabem deste fato devido ao grande fracasso do “PC’ console.

 

O Pippin foi uma criação da Apple, mas a sua produção não ficou por conta da Maçã. Uma parceria foi fechada com a empresa japonesa Bandai que ficou responsável pela produção dos vídeo-games. Apresentando para época uma grande inovação (o que é até hoje é uma das maiores características da Apple), o Pippin veio mais com cara de PC do que console, por conta das suas propriedades semelhantes como por exemplo: portas para conexão com a impressora, rodava uma versão mais simples do Mac OS, suporte a CD ROM, enquanto a concorrência utilizava cartuchos, dentre outros. Foi também o pioneiro em permitir uma conexão com a internet, o que é indispensável nos consoles atuais como o XBox e o Play Station 3, além de receber um grande números de elogios devido ao formato do joystick que proporcionava um maior conforto e melhor jogabilidade ao usuário.

 

Diante de vários aspectos positivos você acaba se perguntando: Onde ocorreu a falha para tal fracasso? A resposta virá a seguir. Nós, usuários Apple sabemos que qualidade é sobrenome da empresa e sabemos que eles investem bastante nisso. Como a produção não ficou por conta da Apple e sim da Bandai, um grande número de consoles saíam das fábricas com defeito. Pesquisas afirmam que foram produzidos 100mil devices e apenas cerca de 40 mil foram vendidos. Este fato não está apenas relacionado aos consoles com defeito e sim com o alto custo que ele chegou ao mercado, pois na época tinha que concorrer com empresas bastante experientes na área (Sega, PlayStation, Nitendo-com o 64) além de já ter personagens bastante conhecidos e preços mais baixos que o Pippin. Dentre os 80 jogos lançados para ele, a grande maioria aprensentava gráficos com resoluções baixíssimas, o que intimidava cada vez mais o usuário, tornando-o um grande fracasso.

Mas será que este fato deixou a Apple tão abalada que até hoje ela não apresentou se quer outra idéia de console? Diante de um poço de qualidade, idéias e inovação assumo que pagaria para ver um novo console da Apple entrando no mercado. Tendo em vista que a concorrência atual é bem mais forte do que a do época do Pippin, apostaria na Apple pois sei que competência não falta para isso. Lembrando que tivemos recentemente uma triste notícia com a saída do Steve Jobs do cargo de CEO da Apple. Ainda aguardamos anciosamente uma bela novidade que estar por vir. Por que não um console? Como ele se chamaria? O que traria de novo e revolucionaria este mundo? Enquanto isto fica apenas em nossas mentes e sonhos, nos contetamos com os aplicativos dos nossos iGadgets, que digamos de passagem são muito bons!

O Team Viewer é um App que indico a todos que possuem iPhone/iPod Touch e principalmente iPad (pela facilidade em usar no tablet), com ele você pode controlar seu computador a distância sem necessidade de estar em uma mesma rede WI-FI, e ainda tem a possibilidade de trocar arquivos.

Experiência própria:

Atualmente tive que sair de casa e morar em outra cidade para estudar, e como minha mãe não tem muitas habilidade com computação (e sem eu a casa não é nada), sempre que minha mãe tem alguma dificuldade saco meu iPod, pergunto a ela qual senha está aparecendo no Team Viewer do PC e de uma distância de mais de 60Km consigo resolver os problemas que ela enfrenta.

O aplicativo conta com uma versão free e outra paga (por incríveis $99,99) e deve ser baixada ainda a versão para PC/Mac/Linux no site da empresa para fazer a “invasão”.

O Team Viewer é gratuito como já dizemos pesando apenas 13.6 MB e compatível com todos os iGadgets com iOS 3.0 ou superior. Evitarei colocar um tutorial aqui para não alongar muito o texto, e se precisar de qualquer ajuda é só comentar no Post.

Por @luisarilima